a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Soprano Talk: Last Round (8)

Tony gasta todos os cartuchos patrióticos: o agente Harris faz-se caro, mas lá no fundo é da torcida de Jersey. Janice sofre, depois recompõe-se à velocidade de uma Soprano. Junior não sabe de que terra é. AJ e Meadow procuram saber. Phil estica a corda, e a corda parte: ali não manda a lei da selva, manda a lei do menor esforço, por isso as famiglie entendem-se. Tony respira. Está decidido, o jantar é no Holsten's. Depois de chegarem todos, eu escolho que a porta daquele WC se abre e o tiro leva Tony de imediato. A ceia só é última para ele - mulheres e filhos são contrários às regras. A rapariga do casal que está sentado atrás também fica ferida, mas sobrevive. Poucos dias depois AJ, em noite branca no Bing, salva o gato das mãos do Paulie e leva-o dali. Silvio sobrevive ao coma e toma as rédeas de Jersey por sete anos; não sobrevive é ao sobrinho do Paulie, que acaba por lhe tomar o lugar. O negócio muda lentamente. Um bocado menos de extorsão, um bocado mais de corrupção. Meadow acaba Direito quando Patrick passa a associado. Não demora a saber ainda mais do que já sabia sobre o pai. Desconta na mãe. Desconfia, com razão, que o seu marido está a ser cooptado. AJ abre no lugar do extinto Bing a sua própria produtora, a Staring Cat. Carmela não vai mal com as casas. Está a pensar em telefonar a Furio.

5 comentários:

haydée disse...

e eu que ainda vou a meio da meio da 4ª temporada, fico ansiosa por ver também esse grande final!

Anónimo disse...

Eu matava o gato.


fta

Emanuel disse...

"Eu escolho que", ah ah! O melhor Soprano Talk, de longe, sua fura-greves!! :P

Carla de Elsinore disse...

pessoalmente acho que a medow é atropelada acidentalemente pelas facções rivais mesmo antes de entrar no restaurante e o tony acaba por dar um tiro...na pp cabeça.
de resto, parece-me perfeito, especialmente a produtora "staring cat"

Ana Cláudia Vicente disse...

Haydée, vai valer a pena;

Francisco,
obrigada pela companhia nestas soprano talks;

Emanuel,
tenho pena de não ter talento para "argumentar" numa série assim; mas se fosse também queria receber percentagem sobre os dvd's, estava lá no piquete :)

Carla,
não tinha pensado nisso, mas essa do Tony sair de cena assim não seria nada improvável.