a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

terça-feira, 8 de agosto de 2006

Vou Ali Além

Quando saio e demoro um pouco mais não digo que vou demorar, digo que vou ali além, como os do pinhal. Teria uns quatro ou cinco anos, quando percebi que aquele falar também era de cá. As vogais circunflexas, as interjeições, os aforismos, ouvia-os a todos, mas apanhava-os em fiapos e aguardava tradução materna. Ouvi, quis bem, guardei. Agora adeus, vou ali além.

8 comentários:

Ricardo Leal Lemos disse...

"Interjeitar" é a melhor maneira de fazermos deslizar as nossas imprecisões e maneirismos pelas curvas do quotidiano. Pessoalmente, gosto de os usar, mas poucos para não faze subir a tensão díctica. PS:os Quatro caminhos são um jardim bonito!

Ana Cláudia Vicente disse...

[obrigada, Ricardo :)]

Pakalolo disse...

Que não se demore muito, então :)

A Capa Rota disse...

Já abalaste?
Postalinho... não esqueças!

A Capa Rota disse...

Respondeste-me ali além, mas eu respondo-te cá aqui:
QUERO UM, COM MUITAS PALAVRAS!
E já agora, "... se cá nevasse, faziasse cá sky... faziasse...faziasse..."!

Capa Rota disse...

Para ti, que nunca mais dás à costa...
http://www.flickr.com/photos/silfalqueto/218624153/

escorpiaotenhoso disse...

Olá Cláudia,

Há meses que os seus Quatro Caminhos se tornaram uma via interdita para mim. Quase um fruto proíbido.Coisas de computadores torcidos: de cada vez que abria a sua página, vinha um anúncio de erro e lá se iam os QC em miragem. Uma frustração pois gosto de aqui vir a ler e sentir. Pois não é que hoje, finalmente, descobri um quinto caminho e aqui estou a dizer olá... Para comemorar a reabertura tenho para sí no meu blog MASSAMÁ um perfume de verão...

ET

Ana Cláudia Vicente disse...

Pakalolo,
pelo menos por agora, vou passando por aqui :)

Capa Rota
il postalino, é arrivato?

ET,
sou grande fã de figos, mil obrigadas :)