a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

segunda-feira, 30 de junho de 2008

London, Tottenham Court Road

"The compensation of growing old, Peter Walsh thought, coming out of Regent’s park, and holding his hat in his hand, was simply this; that the passions remain as strong as ever, but one has gained - at last! - the power of taking hold of experience, of turning it round, slowly, in the light."

Virginia Woolf, Mrs. Dalloway, 1925.



Acaba-se o mês dos dias em livro, comum a Joyce e Woolf.

2 comentários:

magarça disse...

Ha 12 anos, quando li este livro,não terei certamente sublinhado esta frase. Hoje adquire outro significado.

Ana Cláudia Vicente disse...

Estou prestes a acabar de o ler agora, pela primeira vez. Comecei pela curiosidade de o saber feito por um despique de Woolf com Joyce. Parece que Woolf não gostou de Ulysses, e decidiu fazer um exercício sujeito a uma mesma estrutura, à sua maneira. Impressiona que duas obras partam de um mesmo mote (uma digressão de ressonância clássica ocorrida ao longo de 24 horas)e tenham motivações, mecanismos e substâncias tão diferentes.