a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Mação, Envendos

Tem chovido. Entre silvas e marmeleiros, mais cerca das casas, entrevê-se um couval. Ninguém, quase. As mesmas pessoas vêm passar outras e estranham. A estação termal termina.

2 comentários:

Anónimo disse...

olá ana paula!!! Então é desta zona dos envendos ou arredores? Eu tenho casa no vale da mua, não sei se conhece... E o meu pai é natural da ladeira, da terra das termas. moro em carenque, fica pertinho dessa estação que já não existe. Se quiser entrar em contacto, pra trocar algumas ideias ou não mande um mail lips1111@hotmail.com . ah, nao tenho qualquer tipo de segundas intenções!! cumprimentos ps- o meu nome é Filipe Marques Cumprimentos

Ana Cláudia Vicente disse...

Filipe,
dos arredores, sim; cumprimentos :)