a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

sábado, 31 de março de 2007

IC 19

Quase esquece quem sequer sabe que estas terras dão tanto quanto as mais. Mas entramos no carro, seguimos ao trabalho, ao descanso, e aí estão elas. Atrás do rail um socalco, um talhão lavrado, alguém de boina escavachando. Que o que parece perdido não está - assim manda o mundo.

3 comentários:

Pearl Fosky disse...

Poupem a boina e a quem pertence. A IC19, so a bomba....e eu sou, em geral, pacifica...

As colmeias de predios contruidos ao desvario, sem rei nem roque, era tudo a eito.

Ana Cláudia Vicente disse...

Mas não achas que a couve galega fica bem em qualquer lado? Especialmente no prato da sopa?

Pearl Fosky disse...

Nao ha melhor que uma sopa lusa