a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

sexta-feira, 23 de março de 2007

Giro, giro, mas mesmo giro

é passar a usar pála camoniana no Dia Mundial da Poesia. Volto quando estiver normal. Da córnea.

6 comentários:

Capa Rota disse...

Ah ah ah!!!! As melhoras!

Anónimo disse...

Quer-me (modestamente) parecer que ACV tem um sentido de humor raro, sobretudo (como hei-de dizer isto?) no sexo feminino (pode ser assim?).

Anonimamente, aprecio-a e cumprimento-a por isso.

Patanisca disse...

Melhor?

Ana Cláudia Vicente disse...

Obrigada, capinha [conselho de desastrada - não tussas nem soluces perto de ganchos de cabelo, pinças e outros objectos de metal com aspecto inofensivo: a desastrada bolinha de bowling strikes again; qualquer dia internam-me...];

Obrigada, anónimo/anónima, acho que me sobrestima, mas volte sempre;

Sim, Patanushka, já tirei a pála, estou quase reconhecível :)

Pearl Fosky disse...

A pala dessa a malta ainda se riu...oh ACV

Humor raro e o que nao me falta! Digo isto, dado que os olhares incredulos frequentemente sucedem as minhas "ubeservacoes"...

Ana Cláudia Vicente disse...

Pearlie, também já me chamaram AVC; e não, humor e gargalhadas (contagiosas)nunca te faltaram :)