a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

segunda-feira, 4 de dezembro de 2006

Variações Tristesómicas [saudades do Bombyx Mori, e do Melancómico]

Era tão retentiva tão retentiva tão retentiva que nunca assinava sem trancar o nome.

8 comentários:

Patanisca disse...

Estás diferente!!!

Ana Cláudia Vicente disse...

E ainda não está completa a obra...

ana disse...

tantas, tantas suadades do bombix mori. As suas ricas meninas bem podiam criar um blog das frases que merecem respeito...

Anónimo disse...

Só agora vi o frontispício (também é fixe). Tens um monitor grande, não tens? :)
É que no meu, o primeiro post (o mais recente) agora só aparece no fundo do ecran...
Ou o work ainda está em progresso?

Emanuel

Ana Cláudia Vicente disse...

Em progresso, em progresso!

Anónimo disse...

Ora bem. Acompanho o "divertimento", é certo com menos brilho. Era tão recessiva mas tão recessiva que nunca chorava sem estampar o choro na face primeiro.

MissPearls disse...

Já se vê alguma luz!
O Daniel 007 atambém te manda beijocas
AHH e já percebi a ultima da mulher fatal ;) Sabe-a toda!!!

Ana Cláudia Vicente disse...

Ana, é uma ideia para ricas meninas e goodfellas, de facto;

Anónimo, acompanha deveras sintonizado;

MissP, e eu que ainda não vi o double-o-seven...