a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

sábado, 7 de janeiro de 2006

Variações de Barreto

Parem tudo, corram a fazer a vossa própria versão das inesquecíveis páginas 161 e 162 do último livro de José Rodrigues dos Santos. E pensar que tão cálida cena aconteceu porque, logo na página 21, "Tomás e Constança, absorvidos nos seus problemas, quase deixaram de se tocarem".

5 comentários:

MissPearls disse...

Eh eh eh

Ana Cláudia Vicente disse...

Perante a opção "Farófias da Estremadura" até me vieram as lágrimas aos olhos, palavra...

garfanho disse...

de se TOCAREM, palavra? é mesmo verdade? não acredito...

Ana Cláudia Vicente disse...

E não é caso único, Garfanho, é conferir, é conferir...

[De preferência, num exemplar de biblioteca, livraria ou alheio; a mim, trouxe-me um esse brincalhão que responde por Pai Natal.]

MissPearls disse...

Mudando de assunto, isso sai ou não?? Aiiiii :)