a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

domingo, 8 de janeiro de 2006

A Biliosa

A quantidade de fel segregada por tantos fígados blogosféricos em época de eleição prova que instrução e educação não significam o mesmo. Uma pessoa faz a costumeira ronda por blogs habitualmente cordatos e dá com um panorama de exaltação só comparável ao dos recontros entre as caravanas de campanha e a respectiva nemesis popular, que insulta, bate e cospe. Não me venham com histórias de que o combate político exige palavras firmes, provocações, até simplificações, porque isso dou de barato. Agora, honestamente, o que é que se aproveita de tanta ofensa, de tanta mentira, insinuação, palavrão? Quem quer brincar aos adjectivos, porque é que não pega numa folhinha A5 e vai jogar ao Stop?

3 comentários:

Francis disse...

Entao, entao...sabes que o mau perder tem destas coisas.

Ana Cláudia Vicente disse...

Mau perder e mau ganhar, caríssimo! Já topei com fardetas de todo o regimento ideológico a dar um pézinho na dança do enxovalho.

[Continuação de boa viagem, vê lá se não dás cabo do aquiles, e traz uma "sachertorte" para a malta amiga!]

Francis disse...

Sachertorte?

*Francis todo lambusado, ve o teclado todo sujo de chocolate*