a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

quarta-feira, 11 de maio de 2005

Esternocleidomastóideo

Ai, que já há data, São Vasco Santana me valha...

2 comentários:

Afonso Bivar disse...

À entrada, deixar cair, como quem não quer a coisa: de certeza que a gente se encontra por aí.

Ana Cláudia Vicente disse...

Anotei. Mas não sei se resulta; sou mais intimidável que intimidante.