a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A Limenina

, que para além de cool e essas coisas é mesmo fixe, desafiou-me há dias a responder àquelas perguntas que andam aí a rodar sobre livros. Aqui fica o que de momento me ocorre:


1 - Existe um livro que lerias e relerias várias vezes?
Como acontece com muitas outras pessoas, há um conjunto de livros que releio continuamente - a Bíblia. É batido mas paciência, é verdade.


2 - Existe algum livro que começaste a ler, paraste, recomeçaste, tentaste e tentaste e nunca conseguiste ler até ao fim?
 O Outono em Pequim (Boris Vian). Não sei porquê, mas desta vez vou tentar não sobreanalisar. Mentira. Provavelmente vou.

3 - Se escolhesses um livro para ler para o resto da tua vida, qual seria ele?
Não escolheria um livro para ler para o resto da minha vida.

4 - Que livro gostarias de ter lido mas que, por algum motivo, nunca leste?
Um grande livro de ficção científica portuguesa. Porque ainda não dei com ele.

5- Que livro leste cuja 'cena final' jamais conseguiste esquecer?
A Fera na Selva (Henry James). Dói-me a barriga quando penso nesse fim.

6- Tinhas o hábito de ler quando eras criança? Se lias, qual era o tipo de leitura?
Sim. Primeiro lia colecções como as da Anita, muita bonecada e pouca letra; depois vieram os contos tradicionais portugueses e germânicos (achava tudo violento, chorava muito e tinha pesadelos e tal); depois passei para os livros das primas mais velhas (coisas da Enid Blyton como as Gémeas no Colégio das Quatro Torres, onde aprendi tudo o que sei até ao presente acerca de merengues e lacrosse); de seguida derivei para a BD (Marvel, DC, DarkHorse) do meu irmão.
Isto explicará o tutti-frutti que ainda hoje caracteriza as minhas escolhas.

7. Qual o livro que achaste chato mas ainda assim leste até ao fim? Porquê?
O Memorial do Convento (José Saramago). Foi antes do Nobel e à terceira tentativa, mas achei que tinha de ser. Por teimosia. Ou pressão de pares, não sei (andava na Faculdade de Letras...). Acabei por achar relevante tê-lo lido, mas não tive prazer em fazê-lo.

8. Indica alguns dos teus livros preferidos.
Agora não.
[em actualização. ihih]

9. Que livro estás a ler neste momento?  
O Filho de Campo de Ourique (António Figueira). Voyeurismo blogosférico, suponho.
Eminent Edwardians (Piers Brendon). Trabalho/Investigação.

10. Indica dez amigos para o Meme Literário:
É só um bocadinho.
[em actualização. eheh]

4 comentários:

Rui Almeida disse...

Um grande livro de ficção científica portuguesa: Beduínos a Gasóleo, de João Botelho da Silva / Editorial Caminho, 1997
http://www.wook.pt/ficha/beduinos-a-gasoleo/a/id/59526

Cláudia [ACV] disse...

E tu também és um fixe, Rui, vou lê-lo assim que puder!

Rui Almeida disse...

Se não o encontrares à venda (é o normal para livros com mais de 5 ou 6 semanas de edição...) eu posso emprestar-te o meu exemplar.

Menina Limão disse...

Tu é que és fixe. Não, tu é que és fixe. Não, tu é que és. Não, tu é que és!
[em actualização. eheh]