a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Portaborse

Eram as pastas que não batiam certo. Naquelas mulheres faria sentido a mala, eventualmente acompanhada do saco de loja com o casaco de malha, a revista e a água. Das três, só uma parecia não estranhar o acessório. A mesma que, meio-esvaziada a carruagem, não chumbou formadores, módulos, regulamentos de assiduidade e datas de pagamento. A única a querer novas oportunidades?

2 comentários:

Rui Caetano disse...

As pastas ficariam bem a essas mulheres como outro acessório qualquer, pois a beleza das mulheres já é natural e presente.

Ana Cláudia Vicente disse...

Rui, a beleza é tão natural e presente quanto o seu contrário; se assim não fosse, daríamos por ela?