a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Wee Hours

Dorme tapada dos pés à cabeça, mesmo no Verão. Que assim se sente segura. Como se um lençol a guardasse de coisa alguma.

2 comentários:

Priscila Lopes disse...

Finalmente um blog interessante! Meus parabéns pela aparente "insanidade" tão poética! Espero que não soe mal no português de Portugal.

Eu o convido a conhecer o blog Cinco Espinhos, no qual eu e a colega Aline Gallina nos propomos a fazer "crítica" literária em forma de literatura.

Toda semana, também, garimpamos a Internet à procura do texto que valha a pena de um autor "desconhecido".

Participe de nossa enquete sobre Poesia Contemporânea.

Abraços!

Ana Cláudia Vicente disse...

Priscila, obrigada :) Mas (felizmente) acho que há muito blogs interessantes por aí; retribuirei a visita, sim.