a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

quarta-feira, 16 de maio de 2007

O Peso da Coroa

Na sala de espera do centro médico três velhas senhoras cavaqueiam. Primeiro a família, depois o bairro, depois a novela da tarde. Chega a vez das maleitas, especialidade por especialidade. No capítulo dentário há coro. O dilema da perda, a indecisão entre implantes (exorbitantes) e próteses amovíveis (pouco seguras). Sobre estas, a decana interpõe previdência cautelosa:

- Eu agora molho tudo em sopas. Na Páscoa engoli metade de uma coroa com as amêndoas. Onde é que já se viu. Uma trincadela ficar a mais de cinquenta euros.

2 comentários:

o nónimo do costume disse...

Censure-me se quiser, ACV, mas uma trincadela por cinquenta euros nem está nada caro.

Ana Cláudia Vicente disse...

Só se for em ovas de esturjão, caro nónimo :)