a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

quinta-feira, 22 de junho de 2006

Six Feet Under Notes

Vemo-lo regressar à casa do pai, no primeiro episódio. Neste último também. Se me pedissem para contar esta história, diria que era uma vez um homem que trazia a morte consigo e não a teve até estar pronto. Sei que há um epílogo, ou três, que continuarei a acompanhar e a comentar, tanto quanto sei que esta história acaba aqui. Tudo o que tem um princípio tem um fim. Fim quer dizer propósito.

2 comentários:

Anónimo disse...

Cláudia:

Estou com uma dificuldade imensa em escrever sobre os mortinhos!
E o jantar de hoje?
Bj Luís Carmelo.

Ana Cláudia Vicente disse...

Luís,
estamos todos, acho. Deve ser da aproximação do descer do pano, não?

[ops, repasto numa próxima blogreunião, talvez? :)]