a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

terça-feira, 30 de maio de 2006

Six Feet Under Notes

Chegados a meio, um belo episódio. A tia Sarah está de volta [Patricia Clarkson rules!], trazendo consigo o cadáver do primeiro amor de Nate e a sombra da pior dúvida de Claire. Ruth persiste na fuga para a frente, tão para a frente que nem aos olhos do ensimesmado George escapa. David e Keith, às voltas com os seus potenciais filhos, esperam que haja anger management que lhes valha. Claire faz-se à vida, indo parar a uma espécie de filial americana da Wernham Hogg, aquela empresa onde trabalha David Brent. Vanessa e Rico andam de gelar o sangue: um esquece-se que os mortos estão vivos para quem os ama, outra corre gente de casa para fora (e de casa para dentro) sem um pingo de hesitação. Billy desmói devagar a perda amorosa: se no meio de tanto desabafo já consegue ouvir os outros e as suas perdas, nem tudo está perdido.

Jane Siberry/K.D. Lang, "Calling All Angels"

3 comentários:

J. disse...

é que voltou a tomar os comprimidos... E os musicais geniais, um em homenagem Magnoliana?
Muito boas notes, in deed.

bejinhos

Ana Cláudia Vicente disse...

Olá, J.!
Não conhecia a música "Calling All Angels", quer dizer, era-me comovedoramente familiar mas não sabia por quê. "Googlei" julgando que fosse não propriamente da Aimee Mann, mas para aí da Joni Mitchell(já que a cena do velório na cave tem uma melancolia geracional, lembram velhas libertárias dos sixties), mas afinal não: é de 1991 (gravada em 1993), da canadiana Jane Siberry, e soava-me familiar porque foi escrita para um filme de que gostei muito e que foi importante para mim na altura, o "Until the End of the World", do Wim Wenders"; é cantada em dueto com a K.D.lang, e há poucos anos foi re-gravada para um outro filme, com a Helen Hunt e o Kevin Spacey, o "Pay It Forward".

Abraço, aqui deixo o mp3 :)

J. disse...

:)