a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

sábado, 10 de setembro de 2005

Donas de Casa Desesperadas [Português (Portugal)]

I
Interior do comboio inter-regional Tomar-Lisboa, 8:20 a.m. Plano americano enquadrando ribatejana quarentona com cabelo pintado de loiro (RQCCPDL) e ribatejana quarentona com cabelo pintado de ruivo (RQCCPDR), sentadas lado a lado, malas e sacos de plástico no colo.

RQCCPDL – Já passei quase uma máquina de roupa, hoje.

RQCCPDR - Olha, também eu; ontem à noite também passei, não conseguia dormir nem com aqueles comprimidos de flores.


RQCCPDL – És muito complicada, tu para ti os comprimidos da ervanária não dão, acho eu.

RQCCPDR – É capaz.


RQCCPDL – Li que o Tião vai ser ferido de morte.

RQCCPDR – Tu não me digas! É o que mais gosto da América!


RQCCPDL – É, e depois não sei, acho que fica t...tetraplégico, ainda não li o resumo até ao fim.

RQCCPDR – Ontem nem pude ver, o meu João pôs-se fisgado naqueles documentários da Dois...


RQCCPDL – Horríveis! O Manel também vê, e vê os do Canal História, não posso com aquilo! Vou para a cozinha, mas depois ele queixa-se que não lhe faço companhia, que os filhos não lhe fazem companhia, o que é que tu queres?

RQCCPDR – São com’ás crianças!

RQCCPDL –Tal qual!


RQCCPDL – Sabes quem também ficou tetraplégico? O homem do café Outeiro.

RQCCPDR – Então?


RQCCPDL – Estava bebido, quis bater outra vez na mulher, mas desta vez caiu das escadas.

RQCCPDR – E ficou logo assim?


RQCCPDL – Não, depois parece que ainda caiu da cama.

RQCCPDR – Bem feita! Bem feita!


RQCCPDL – O teu tio Mateus é tetraplégico, não é?

RQCCPDR – É, acho que é.


RQCCPDL – Não mexe nada os pés?

RQCCPDR – Mexer, mexe, mexe um bocadinho.


RQCCPDL – Coitado…

RQCCPDR – É assim a vida.


RQCCPDL – Pois é.

RQCCPDR – Pois é.

3 comentários:

Um Vicente disse...

A realidade ultrapassa sempre a ficção...
E as viagens de comboio são sempre uma fonte de inspiração!

Ana Cláudia Vicente disse...

Giro mesmo é quando ambas se embrulham na cabeça das pessoas, não é?

Um Vicente disse...

Ainda mais giro, nesse caso!