a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

sexta-feira, 15 de julho de 2005

Novo

Com o passar dos anos, o impulso e as oportunidades de trazer alguém para a nossa vida gastam-se. Alegro-me tanto, a cada vez que dou por um amigo novo.

2 comentários:

Pequenão disse...

Alegria suave:
manter os velhos amigos.

Ana Cláudia Vicente disse...

Mantê-los, mas sobretudo merecê-los.