a vida depois da vida / eco em museu / canção-vitória / letra empoada / melhor que nada / é memória

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2005

7 Momentos Kodak (Reservado A Aficcionados)

Peso-pesado – Pergunto-me se algum laureado, em 77 anos de prémios, deixou cair o raio da estátua ao chão. Não há um só que não tenha reacção involuntária ao peso que lhe depositam nos membros superiores. Em geral as mulheres dão um balanço de braços e amparam o objecto com as duas mãos; os homens põem uma na espada à cinta, outra sob a base da efígie. Já lá canta.

Piar Fininho – O Chris Rock já tinha se tinha desbroncado no programa do Jay Leno. Que nunca tinha visto os Óscares com atenção, que não conhecia quem não fosse gaja, mariconço ou do “show biz” e os tivesse visto, que não percebia a graça da coisa, etc[como é que se diz CROMO em americano?]. Não sei se a noção de que estava fora do seu quarteirão explica o pio esganiçado (que passou bastante tempo a tentar controlar), mas ele lá tentou cumprir. A coisa até passava, não fosse a homenagem ao Johnny Carson lembrar a bitola de um M[aster of]C[eremonies]da Academia. Será que os senhores-que-mandam telefonaram ao Owen Wilson? Ao Will Smith? À Jenna Elfmann? Ao Jack Black? Ao John Lithgow? Será que eles não atenderam?

Bela & Amarela – Cate Blanchett é mesmo bonita, e não é o amarelo dum modelito exclusivo que chama a atenção. É o não querer parecer mais nova, mais moderna, mais sofisticada, mais bronzeada ou mais loira que as outras.

Açúcar às Colheradas – Depois de na última meia dúzia de anos ter havido actuações de antologia(Aimée Mann com um tema de “Magnolia”, U2 com um tema de “Gangs of New York”, Bob Dylan pelo “Wonder Boys(?)”, entre outros …) por parte dos autores nomeados para melhor canção, POR ALMA DE QUEM É QUE FOI POSTA A BEYONCÉE A BALIR TRÊS DAS CINCO CANÇÕES EM DISPUTA?????? A cerimónia precisava de parecer o Sabadabadúúúúú?

O Casamento Faz Bem À Saúde – Vide DEPP, Johnny.

Spanglish - Décadas de uma política cultural e comercial hispânica escorada na dobragem de produtos de entretenimento resultaram em sotaquite aguda. O involuntariamente cómico duo Salma Hayek (quase perceptível) + Penelope Cruz (fónix!!!!! iaaaiiiiksssss!!!) faz qualquer um crer que Mr.José Mourinho fala um inglês “posh”. Se não fossem tão giras alguém lhes perdoava?

Dis-curso-dis-curso-dis-curso! – Os melhores foram, ex aequo, o de vencedor do Óscar para Melhor Actor Secundário em "Million Dollar Baby", Morgan Freeman, e o da equipa ganhadora de uma categoria sonora por "The Incredibles". Assim sob pressão, é um feito dizer o que se quer dizer com coração, cabeça e estômago.

1 comentário:

Formiguinha disse...

Pá, não vi nada de nada, que eu sou uma gaja que quando gruda no pc nunca mais desgruda nem para ir até à sala. Apenas ouvi pela TSF, mas confesso... sem grande atenção :p

Bjinhos grandes e espero que já estejas "milhó". Ah! Nenhum resposta ao curriculum ainda;)